Ciência e Saúde para todos.
Colha aqui a Cura Cristã!
O símbolo da Ciência Cristã
Home-Page
Ficha de Intenção - CURSO BÁSICO DE CIÊNCIA CRISTÃ
Lista de Praticistas
Contato
Links
Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019
Português Brasil
Inglês
Espanhol
 
 
 Mensagem Semanal
"Tudo o que inspira com a sabedoria, a Verdade ou o Amor -- seja um cântico, um sermão ou a Ciência [Cristã] -- abençoa a família humana com migalhas de conforto que caem da mesa de Cristo, alimentando os famintos e dando água viva aos sedentos."
"O que foi prometido será cumprido"
(Do livro Ciência e Saúde p 234 e 55)

Clique AQUI para ver o Arquivo de Mensagens.

 
Login
Senha
Associação
Privativo Alunos
ARTIGOS PUBLICADOS
A- A+
Descubra sua liberdade espiritual! Comece pela base de Gênesis 1 – Deus perfeito, homem perfeito! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: Adão e a queda do homem.

CIÊNCIA CRISTÃ - LIÇÃO BÍBLICA

Descubra sua liberdade espiritual! Comece pela base de Gênesis 1 – Deus perfeito, homem perfeito!

06 a 12 de maio de 2019

Adão e a queda do homem

Estudo preparado por:
Lindsey Biggs, C.S., Maryland Heights, Missouri
biggs.lindsey@gmail.com; +1(541) 460-3515; LindseyBiggs.com
________
Abreviações: Bíblia JFA Revista e Atualizada – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH;
Bíblia A Mensagem - MSG; Ciência Cristã – CC; Ciência e Saúde – CS ou C&S; Lição Bíblica – LB
________

Introdução
Esta Lição está repleta da liberdade que vem quando a gente começa com Gênesis 1! Isto é pensar “com pé direito”! Que maravilhoso é saber que a realidade espiritual sempre existe, é sempre completa, e podemos vivenciá-la hoje em dia! Esse é nosso ponto de vista para pensar, viver e orar, e é a base para toda demonstração que tenhamos! Considerai explorar a Exegese no capítulo sobre Gênesis em Ciência e Saúde! Eis um modo maravilhoso de elevar o pensamento a perceber a criação infinita e espiritual!
Texto Áureo (Salmos 28:6,9) e Leitura Alternada (Isaías 52:1,2,7,10; Salmos 30:1 e 144:9,11-15)
Elevemos nosso conceito de Deus e do homem! Gênesis 1 provê uma bela ilustração de Deus como totalmente bom, todo-amoroso, benevolente, que atende as necessidades da criação. Também apresenta o homem—homem e mulher—criado à imagem e semelhança de Deus, infinito, equânime e bom.
Sacode-te do pó, ou pensamento semelhante a pó! (Qualquer coisa que nos oprima, limite ou nos faça pensar que somos materiais—qualquer negatividade. O Espírito é positivo! (“Não haja gritos de lamentos em nossas praças.)
Tudo o que dizemos e fazemos pode “publicar a paz”—enviar a paz. Nossa missão pode ser trazer paz ao mundo por meio de pensamentos e ações. E podemos publicar a salvação, também (“A Vida, a Verdade e o Amor compreendidos [como] supremos sobre todas as coisas”, CS, p. 593); podemos fazê-lo de várias maneiras, inclusive dando testemunhos.
Entoai um novo cântico! Não deixem velhos pensamentos ou atitudes pendurados por aí. Começai cada dia com novidade e frescor—reivindicando e vivendo esse frescor e deixando a divina espontaneidade governar vossos pensamentos e ações. Levai esse frescor a cada reunião, ou projeto ou esporte em que estejais engajados. Sempre há algo novo a ser expressado—um novo modo de conhecer a Deus.
Qual o resultado de um tal modo de pensar? Pensamento tipo Gênesis 1? Estamos plantados quais velhos carvalhos. Podemos estar seguros como uma pedra angular quando nosso pensamento inicia com pé direito—imovível e inabalável.
Nossos celeiros estarão cheios—nossas vidas expressarão a plenitude de Deus! A abundância da criação de Deus!
Quando sentimos a intensa satisfação e plenitude que vêm de Deus, estaremos prontos, nos sentiremos em paz, sentimos unidos a Deus. Este estado de consciência está satisfeito. Uma consciência de Deus que envolve cada um com gratidão!

Seção 1: Comecemos de pé direito com a criação espiritual—Gênesis 1.
Gênesis 1. Pode-se dizer que essas são as mais belas passagens na Bíblia! É porque são nosso ponto de partida e base, são nossa referência para o conhecimento do que é real e verdadeiro na experiência humana. Um aluno do curso médio disse recentemente a um amigo de que essas são suas passagens favoritas na Bíblia, porque se referem à nossa identidade—quem realmente somos! Este capítulo da Bíblia é de valor inestimável! É nossa base do que somos e do que podemos esperar e realizar em nossa experiência. Nos mostra como viver e o que podemos demonstrar. É a própria essência do começar de pé direito!
Há um só criador e uma só criação. O semelhante produzindo o semelhante. O Espírito produzindo uma criação bela, maravilhosa, boa, talentosa e valorosa! “As ideias mais elevadas são os filhos e as filhas de Deus” (CS1, p. 502). Que bela e humilde dádiva e ímpeto para expressar Deus. Tudo o que procede do Espírito tem de ter os atributos do Espírito e, assim, ser espiritual. Isto quer dizer que, sim podemos sobressair nos esportes; sim podemos vencer pensamentos negativos; sim, podemos expressar a Mente divina nos exames finais. Temos acesso a todos os atributos de Deus que necessitamos, a toda hora.
Esse é nosso ponto de partida e a base para cada cura—conhecer a verdadeira identidade dos filhos e das filhas de Deus! Isso também nos mostra uma terra e toda sua criação vivendo em perfeita harmonia. Que base estupenda para orar sobre guerra, seca, mudança climática, terrorismo, polarização, etc. Olhando tudo isso pelos olhos de Deus a criação já é infinita, bela e perfeita. Então, esse é o ponto de partida, a base e modelo de pensar, e é demonstrável/alcançável posto que já existe e é perfeitamente perceptível a nosso senso espiritual.

Seção 2: Dois relatos distintos da criação.
Como afirma Mary Baker Eddy, este próximo capítulo do Gênesis é o relato “mortal e material” da criação (CS2, p. 521). Este relato secundário da criação é visto como diferente e oriundo de uma fonte diferente do primeiro relato.
“... estudiosos eruditos da Bíblia puderam detectar várias vertentes tradicionais que, segundo Julius Wellhausen, são reconhecidas como hipotéticas: a sacerdotal (P, de ‘priest’) e a Jeovista (Wellhausen, 1994). O entrelaçamento dessas duas vertentes de interpretação atua em dois caminhos bem distintos, nesta questão. Por um lado, os materiais sobre a criação são mantidos separados um do outro, cada um completo em si mesmo; de modo que Gênesis 1:2:4 é atribuído à fonte P, e 2:4-3:23 à fonte J” (Walter Brueggemann & Tod Linafelt, em “Uma Introdução ao Antigo Testamento”, p. 50).
Em meio à névoa há um importante elemento que pode fomentar confusão, ignorância, ou incapacidade de discernir o real do ilusório. A advertência que o texto faz é para que não se creia em dualidade. É necessário que se compreenda que só Deus, o bem, é real, poderoso e eterno.
Outra falsidade desse texto é que a mulher veio do homem. Você talvez se interesse em ler o artigo “No borrowed bones” (Nada de ossos emprestados), por Barbara Cook Spencer. Podemos e devemos ficar alertas quanto o aceitar, consciente ou inconscientemente, qualquer coisa que nos tentasse em aceitar mentiras e limitações quanto a mulheres ou feminilidade, A compreensão da natureza espiritual da criação liberta tanto homens como mulheres, e permite ambos viverem com dignidade, força, clareza, inteligência e liberdade.
Vocês são bons e dignos! A citação CS6 (p. 525) afirma isso! Nunca pense em si mesmo como diminuído ou indigno. Quando paramos de comparar-nos com outros, isso nos ajudará a reconhecer nossa dignidade única como filho amado de Deus, independente do estatus ou estágio que possamos estar na experiência humana.
A citação CS5 (p. 530) é uma poderosa oração de 1-segundo! Uma firme negação! “O sonho não tem nenhuma realidade, nenhuma inteligência, nenhuma mente...” Você pode seguir essa negação com uma afirmação e reconhecimento do que existe! A matéria não tem realidade, inteligência ou mente! O Espírito é tudo, enche todo o espaço e é o único lugar onde você vive, habita e existe.


Seção 3: ... O único tipo de cobra que existe é do tipo bom!
Este capítulo do Gênesis nos fala sobre os métodos e operações desta serpente mítica - ou tentações que nos vêm da mente carnal. Mas não é maravilhoso saber que a serpente não é real? Lembro-me de uma cura que presenciei relacionada a isso. Meu marido gosta de cobras e comprou uma cobra Python para termos como animal de estimação. Ele o chamou de Spartacus. Não fiquei emocionada com essa idéia, mas depois de um tempo, me afeiçoei a Spartacus. Apreciei sua gentileza e docilidade e o abraçava e brincava com ele de vez em quando. Ele realmente era uma boa cobra, apesar de eu não ter interesse em cobras antes tê-la conhecido. Bem, quando eu estava orando para uma pessoa, a ideia veio a mim simplesmente "não há outra cobra além de Spartacus". Havia um sentimento tão caloroso que acompanhou esse pensamento. Pensei em Spartacus como uma expressão de Deus e apreciei as belas qualidades que ele expressava como uma ideia de Deus. Eu percebi naquele momento que nenhuma outra cobra ou serpente realmente existia, apenas a idéia encantadora de Deus que é completamente boa. Bem, eu não me lembro de qual era a situação pela qual estávamos orando, mas foi curada. Eu amei essa ideia e gosto de pensar sobre isso.
Mary Baker Eddy escreve: “A serpente da criação de Deus não é nem astuta nem venenosa, mas é uma ideia inteligente, encantadora na sua destreza, porque as ideias do Amor estão sujeitas à Mente que as forma - ao poder que transforma a cobra em um bordão” (CS, p. 515).

Seção 4: ... O homem ideal e a mulher que vivem em completa harmonia.
Eu amo essa história bíblica de Abigail, Davi e Nabal (B5, 1Samuel 25:2–4,14–17,18,23,24,28,32,33,35). Um belo exemplo de pacificação! Ele ilustra muito bem a beatitude de Jesus “Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos” (Mateus 5:9). Um grande tópico para Escola Dominical! Eu amo essa comparação entre um pacificador e um criador de confusão para ensinar as crianças. Dessa maneira infantil, podemos nos perguntar e aos nossos filhos / crianças do Acampamento dos Cedros se estamos criando ou quebrando a paz.
Quando estava tendo aulas de seminário fiz uma tarefa de “leitura atenta” (que é comparar e contrastar dois textos bíblicos diferentes) dessa história de Abigail e da história de Jônatas, Davi e Saul (1Samuel 19:1-7). Ambos são belos exemplos de pacificadores e pessoas que impediram a violência de acontecer. Que exemplos maravilhosos e atemporais!
A citação CS14 (p. 340) nos diz que a unidade é possível através da compreensão de um Deus, uma Mente infinita, guiando e governando o homem - a imagem e semelhança espiritual. Como todos nós somos do mesmo Pai-Mãe amoroso (CS13, p. 517), temos uma herança, igualdade, integridade divinas, valor e dignidade. Porque é verdade na criação espiritual original, essa igualdade e harmonia devem ser expressas e manifestadas na experiência humana. É como tentar conter a maré para impedir a igualdade, a paz e a união entre homens e mulheres. Há um ímpeto divino impulsionando e impondo-o. Nenhuma injustiça tem qualquer oportunidade de permanecer ou ter uma base duradoura na consciência humana.

Seção 5: Deus perfeito, homem perfeito, é nosso ponto de vista.
“A compreensão como a de Cristo a respeito do existir científico e da cura divina inclui o Princípio perfeito e a ideia perfeita—Deus perfeito e homem perfeito—como base do pensamento e da demonstração” (CS16, p. 259).
Este é o ponto de partida—a base—para pensamento e demonstração! Isso vai direto ao Gênesis 1 como nosso ponto de partida. Gosto que este seja o ponto de partida e não o de chegada ao qual queiramos chegar por meio de muito trabalho de oração. É o ponto de partida. Já estamos lá, por assim dizer! A criação já é espiritual e perfeita e completa. Esta é a base a partir qual Jesus curava. Ele via e sabia claramente que o filho espiritual de Deus é tudo o que existiu em todos os tempos. E ele não tinha medo! Ele não temia o quadro do senso material pois sabia que a evidência apresentada era a da serpente/tentadora. Moisés provou isso, também, quando a serpente se tornou em bastão e a mão leprosa foi curada instantaneamente. Notem que Jesus está dizendo que “a filha de Abraão, a que Satanás trazia presa ...” (B9, Lucas 13:10-17). Ele não diz que a doença tenha uma causa material ou que tenha qualquer autoridade advinda de Deus. Ele prova sua nulidade curando a mulher! Essa é mais uma oportunidade de ver a liberação e a dignidade que Jesus trouxe à luz para as mulheres, ao defender e curá-las.

Seção 6: O fermento da Verdade está elevando e transformando o pensamento!
Aqui termos uma grande ilustração de fermento! Ver como o pão cresce nos dá uma metáfora visual de como esse fermento espiritual age—por meio da espiritualização e transformação no pensamento. Uma boa metáfora para Escola dominical! Quando a massa não cresce, não temos um pão bem assado! Aqueles que assistem o show da Great British Baking Show, sabem como é importante que a massa tenha tempo suficiente para crescer na prateleira para que se tenha um bom produto assado!
Esse fermento é a verdade elevando e espiritualizando a consciência humana global e individualmente. Como estudiosos da Ciência Cristã, estamos testemunhando essa ação transformadora da Verdade. Estamos vendo e sabendo que nossas igrejas, Salas de Leitura, conferências, etc, estão participando nessa ação de levedura! Essa “levedura do Espírito modifica a totalidade do pensamento mortal...” (CS23, p. 118).
Não permita que se diga que esse fermento não esteja em ação. Essa levedura está em ação! O fermento desperta nosso pensamento ao fato espiritual de que “o homem nunca perdeu sua posição espiritual e sua harmonia eterna” (CS24, p. 548). Eis uma afirmação forte para conhecer e provar!
O Espírito nos dá a compreensão que necessitamos! (CS20, p. 505). Não importa o estatus acadêmico que tenhamos alcançado. Cada um de nós tem a habilidade divina e o direito de ouvir a Palavra de Deus dirigida a nós. Essa Palavra vem a nós ternamente para revelar a ideia correta e perfeita a cada coração receptivo.
Nossas orações podem afirmar de que essa Palavra de Deus fala a cada coração, em cada linguagem, de um modo que todos podemos compreender. É universal e disponível a cada um através do globo.

______________
A equipe de tradução para o português é composta por Ana Steffler, Ovídio Trentini e William Trentini. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.
Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.
Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será publicado na 2a. feira no link http://www.cedarscamps.org/metaphysical.



+ Artigos...

» Não se deixe enganar. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: São reais o pecado a doença e a morte?
» Aprenda a discernir entre o real e o irreal. Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Irrealidade.
» Coloque as lentes da Ciência Cristã para ver a realidade! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Realidade.
» LIÇÕES SOBRE COMO RECONHECER E VENCER O ERRO
» Mostre que o ídolo da matéria não existe. Apoie-se em Deus, Espírito, como TODOS! Estudo Metafísico do Acampamento dos Cedros - Tema: A Matéria.

Voltar Topo Home
© 2007-2019 - Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB - Todos os direitos reservados.